Carne Suína, Prove e Aprove.

  • anote a receita
    e apaixone-se.

  • Coloque uma boa pitada de saúde:

    depois do peixe, carne suína tem o menor teor de colesterol.

  • Retire os mitos:

    A carne suína não transmite doenças, graças ao controle sanitário realizado na criação dos animais.

  • Reserve para a sua vida:

    uma grande fonte de vitaminas, minerais e sabores deliciosos.

#CarneSuína #ProveCarneSuína

Parceiros:

ABCS Porkworld Suinco
Curiosidades

Curiosidades
sobre a carne suína

Você sabia que a carne suína emagreceu?

Comparado a produção
de 30 anos atrás,
a carne suína perdeu,
aproximadamente:

31% de gordura

14% de calorias

10% de colesterol

Assim, a carne suína hoje é mais saudável e saborosa, além de ser muito rica em vitaminas do complexo B, importante para o metabolismo de gorduras, proteínas e carboidratos.

Fonte: ABCS

Qual é a carne mais consumida no mundo?

A carne suína!

Ela é a proteína mais presente na mesa de todo o mundo, com 39,9% do total de proteínas consumidas mundialmente.

Fonte: FAO

Você sabia que a carne suína tem o sabor preferido dos brasileiros?

Pesquisas realizadas pela Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS) mostram que o consumidor brasileiro prefere o sabor da carne suína, desde que apresentada corretamente, em volumes pequenos, com opções dissociadas da gordura.

Fonte: ABCS

Os países de maior índice de desenvolvimento humano são os que mais consomem carne suína.

O maior consumo per capita anual de carne suína é verificado entre os países da União Europeia. Enquanto na União Europeia, o consumo anual médio é de 45 kg per capita, no Brasil esse consumo não ultrapassa 15 Kg.

Fonte: ABCS

Colesterol

Depois dos peixes, a carne suína é a proteína animal com o menor teor de colesterol. Pesquisas científicas revelam que a carne do lombo suíno é mais magra que a carne das coxas de frango sem pele e tão magra quanto a do peito de frango. Os teores de colesterol presentes na carne suína ainda são 34% menores que a de frango sem pele.

Fonte: ABCS

Ela é saudável:

A carne de suína magra tem 34% menos colesterol do que frango sem pele. O lombo suíno, por exemplo, tem 4g de gordura por porção de 85g. É mais magra do que a carne de coxas de frango sem pele e tão magra quanto a de peito de frango sem pele.

Fonte: ABCS, Departamento de Agricultura dos EUA

É branca ou vermelha?

Embora haja confusão em torno do tema, a carne suína é vermelha. A diferença entre sua coloração e a da carne bovina vem da irrigação sanguínea dos animais.

Fonte: Saúde Abril

Propriedades Nutricionais

Propriedades Nutricionais
da carne suína

100 g de carne suína representa apenas 20 a 27% do valor diário recomendado de colesterol (300 mg/dia):

60 mg de colesterol por 100 g de carne (cortes magros)

80 mg de colesterol por 100 g de carne (cortes gordos)

Ao consumir 85 gramas de carne suína uma pessoa atende aos seguintes percentuais de suas necessidades diárias de nutrientes:

33% da vitamina B12

22% do fósforo

18% da vitamina B6

15% do zinco

11% do potássio

7% do ferro

Fonte: ABCS

Propriedades Nutricionais

Mitos e verdades
da carne suína

A carne suína tem muito colesterol

Mito!

A carne suína possui um conteúdo de 60 mg de colesterol/100 g de carne (cortes mais magros) a 80 mg de colesterol/100 g de carne (cortes mais gordos). Como o consumo recomendado de colesterol é de até 300 mg/dia (American Heart Association), o consumo de 100 g de carne suína representa apenas 20 a 27% do valor diário.

Fonte: ABCS

A carne suína é grande fonte de vitamina e minerais

Verdade!

A carne suína se destaca pelo conteúdo de cálcio, fósforo, zinco, ferro e potássio. Ao consumir 85 gramas de carne suína uma pessoa atende aos seguintes percentuais de suas necessidades diárias de nutrientes: 33% da vitamina B12, 22% do fósforo, 18 % da vitamina B6, 15% do zinco, 11% do potássio, 7% do ferro.

Fonte: ABCS

A carne suína está ligada à doenças como Teníase e Cisticercose.

Mito!

Atualmente a suinocultura moderna praticamente tornou impossível esta contaminação.

Os animais são criados em confinamento e sua alimentação é feita com rações a base de milho e de farelo de soja.

Fonte: ABCS

A carne suína deve ser sempre muito bem passada.

Mito!

Muitas pessoas acreditam que a carne suína deve ser muito bem passada para evitar a transmissão de doenças. Isto não é necessário quando se compra uma carne de qualidade e de boa procedência. O Brasil possui uma suinocultura moderna e tecnologicamente avançada, o que garante a qualidade da carne suína brasileira.

Fonte: ABCS

A carne suína é muito gorda.

Mito!

Muitos acreditam que ela ainda se trata de uma carne gorda, da forma que era produzida no passado. Esta preocupação não tem mais motivo, uma vez que a percentagem média de gordura na carcaça dos suínos foi reduzida de 54%, na década de 1980, para atuais 22%. A gordura dos suínos está 70% fora da carne, ou seja, abaixo da pele (toucinho). Apenas 28% da gordura está entre os músculos e 2% está dentro deles,dando o sabor e a maciez.

Fonte: ABCS

A carne suína é pouco consumida no Brasil.

Verdade!

Os países de maior índice de desenvolvimento humano são os que mais consomem carne suína. Enquanto na União Europeia, o consumo anual médio é de 45 kg per capita, no Brasil esse consumo não ultrapassa 15 Kg.

Fonte: ABCS

Carne suína é seca e sem sabor.

Mito!

A carne suína atinge sua máxima suculência e sabor quando cozida deixando seu meio levemente rosado. A carne suína pode ficar seca quando cozida além do ponto – muito bem passada – portanto, se você quer aproveitar sua carne suína suculenta um pouco menos de tempo de cozimento é ideal!

Fonte: ABCS

Carne suína é considerada uma das carnes mais saborosas.

Verdade!

A carne suína é macia e tem um sabor muito agradável, que é o motivo de sua grande aceitação. Em pesquisa recente da ABCS, a aceitação desta carne, quando relacionada ao sabor, foi de 46%.

Fonte: ABCS